Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Queimadores para todos!

Descobri a aromaterapia à alguns meses e estou a gostar tanto que resolvi partilhar com os que amo neste Natal.

Sem Título.png

A aromaterapia trata baseada no efeito que os aromas das plantas provocam a cada um de nós. É um tratamento alternativo e complementar muito antigo. Por exemplo as fragrâncias do incenso, do cedro ou da mirra eram usados nos rituais sagrados. Hoje usamos os óleos essências extraídos de diversas plantas como relaxantes musculares, digestivos ou estimulantes da circulação. 

Os aromas agradáveis das essências actuam sobre o sistema nervoso central, estimulam a produção ou inibição da produção de hormonas, secreções e mediadores químicos que determinam alterações no nosso organismo, influenciando o humor, a disposição, o temperamento e o estado de espírito. Aliviam o stress, depressões, insónias, a tensão pré-menstrual e pequenas lesões e ferimentos. 

 

12370985_1197308280314609_5745395826592478250_o.jp

 

Os óleos podem ser usados em massagens, vaporizadores, queimadores, banhos, compressas, cremes e loções. A regra é a de 3 gotas para um copo de água.

Os óleos essenciais são rapidamente absorvidos pela pele e ajudam na resolução de diversos problemas.

Para combater o acne usa-se óleo de lavanda ou bergamota, que têm acção anti-bacteriana e propriedades adstringentes. O óleo de gerânio ajuda a equilibrar as secreções gordas da pele. Para os sinais de envelhecimento da pele, a restauração das células pode ser conseguida com os óleos de jasmim e de rosa.

As alergias podem ser combatidas com o óleo de camomila ou lavanda, através de banhos, inalações e compressas. Os óleos de bergamota e lavanda são óptimos para problemas respiratórios como a asma. As inalações com óleo de eucalipto são excelentes para curar bronquites. O alívio é quase imediato. Em casos extremos o óleo de sândalo ajuda a limpar os pulmões. A sinusite pode ser combatida através de inalações de óleo eucalipto, hortelã e pinho.

Banhos e massagens com óleo essencial de limão são excelentes para as artrites. Compressas quentes e massagens com óleo de camomila ou lavanda combatem o reumatismo e as dores musculares.

Para a ansiedade nada melhor do que óleos essenciais com propriedades sedativas como os de gerânio, lavanda, jasmim e rosa. Para combater o cansaço e falta de memória um banho com 6 gotas de óleo de hortelã-pimenta é excelente. Aliviamos as enxaquecas com compressas frias de lavanda e hortelã-pimenta. Uma massagem entre o ventre e a zona renal com óleo essencial de gerânio alivia as dores menstruais. Algumas gotas de óleo de camomila ou lavanda na almofada permitem uma noite sem insónias.

Os herpes podem ser evitados com aplicações frequentes de 6 gotas de óleo de eucalipto ou bergamota em 5 ml de álcool.

 

11236147_1197308453647925_6479226839369100702_o.jp

 

Enquanto tratamento 100% natural, a aromaterapia é segura, no entanto, existem sempre algumas precauções que não devem ser descuradas, nomeadamente se é um principiante neste género de tratamentos. Antes de procurar a aromaterapia, informe e peça a opinião do seu médico de clínica geral. A aromaterapia não deve ser praticada por mulheres grávidas (alguns óleos como junípero, alecrim e salva podem provocar contracções uterinas); por crianças com menos de 5 anos (são muito sensíveis aos óleos); por pessoas com doenças crónicas; por pessoas com problemas de pulmões como asma, alergias respiratórias ou doença pulmonar crónica (podem causar espasmos respiratórios).

Salvo indiciação específica, os óleos essenciais não devem ser ingeridos; e deve evitar o contacto com os olhos e a boca; estando sempre atento a qualquer sinal de reacção alérgica.

 

12375101_1197308803647890_978024454982133816_o.jpg

 

Como principiante, tenho usado o óleo essencial de eucalipto para acalmar a tosse e expectoração da S. que no ano passado tornaram o nosso inverno num inferno. O queimador tem trabalhado nas noites mais complicadas e tem funcionado. As inalações também.

Com propriedades anti-sépticas e expectorantes, o óleo de eucalipto é usado para tratar infecções, febres e alívio da dor.

No queimador basta colocar duas ou três gotas na água e acender a vela.

Para fazer uma inalação basta adicionar algumas gotas a uma bacia com água acabada de ferver e mexer bem. Cobrir a cabeça e a bacia com uma toalha, fechar os olhos e inalar o vapor.

Para uso tópico, realizar uma massagem nos locais desejados utilizado 2 gotas de óleo essencial de eucalipto para 100 ml de óleo mineral (vaselina liquida) ou óleo de amêndoas doces.

Para além de um bom aliado no inverno, já que é anti-espasmódico e expectorante das vias respiratórias (tosses, bronquite, asma), anti-séptico das vias respiratórias (gripes e constipações, bronquite, asma), o óleo de eucalipto também é analgésico de dores reumáticas e musculares (artrite, gota, reumatismo), anti-séptico das vias urinárias (cistites), anti-séptico e cicatrizante de problemas de pele (acne, feridas, queimaduras, alergias,aftas e picadas de insectos), baixa a febre, repele piolhos e insectos.

O óleo pode ser misturado com óleo de amêndoas doce e aplicado sobre a pele para que os insectos, tais como moscas e mosquitos, não o piquem ou ser utilizado num vaporizador para manter as pragas distantes.


10014914_1197308463647924_717729897446626408_o.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/16



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D